Historial e Equipa

Historioscopio é um instrumento ótico que permite estender a capacidade dos olhos humanos de enxergar histórias através de diferentes ângulos, escalas e perspectivas. Apesar de invisíveis a olho nu, as histórias que flutuam livremente à nossa volta têm cores, formas, sons, questões e emoções. É um acessório fundamental para engajar no universo das histórias com uma visão historioscopica.

Historioscopio - Teatro de Marionetas é um projeto direcionado sobretudo ao público infantil e familiar. Servindo-se do potencial expressivo e dramatúrgico do teatro de marionetas, o repertório de espetáculos e oficinas criativas da companhia tem como foco estimular a imaginação e liberdade de pensamento sobre temas sociais, históricos e preocupações ambientais, valorizando uma forte relação de proximidade com o espetador. 

Samantha Jesus

direção artística

Nasceu nos EUA, em 1989. É licenciada em Teatro - Cenografia pela Escola Superior de Música e das Artes do Espetáculo. Frequentou diversas formações na área do teatro de marionetas destacando-se  2 cursos “Marionetas de Fios” e “Formas Animadas” com Marcelo Lafontana, e workshops como "Manipulação de Marionetas", com Tommy Luther e "O Poder da Marioneta", com Neville Tranter. Fundou o Historioscopio - Teatro de Marionetas em 2013, sendo responsável pela encenação e criação plástica de todos os espetáculos da companhia, integrando também o elenco de alguns projetos como manipuladora de marionetas. 

Laura Felício

Música

Natural de Marinha Grande, nasceu em 1990. Licenciou-se em piano pela ESMAE com Constantin Sandu, tendo frequentado o Conservatório de Música de Leiria com Vesna Monojlovic. Estudou piano jazz com Hugo Raro. No Historioscopio é responsável pela criação e interpretação musical nos espectáculos da companhia. Da sua atividade como pianista destaca o prémio Helena Sá e Costa 2013, bem como 2o prémio a nível superior de Música de Câmara do Prémios Jovens Músicos em 2011, 2012 e 2013. Atualmente é professora de piano nos colégios Oporto British School e Efanor, pianista acompanhadora na Escola de Música Oscar da Silva e membro integrante dos projetos ALTA(MENTE) e THE HOLY BEAT.

Marta rosas

interpretação

Natural do Porto, Marta Rosas, concluí o Mestrado em Teatro – Interpretação e Encenação na ESMAE (2016). Frequentou várias formações em Teatro com destaque para o curso de Formação Profissional de Construção de Marionetas - Marcelo Lafontana, Sílvia Fagundes; e um Workshop de Marionetas na ACE/Teatro do Bolhão - Tommy Luther.   Do seu trabalho como intérprete destaca espectáculos como “O Filho de Mil Homens” – TeCA; “Ressurreição” - THSC; e “Idiota”; Ao longo da sua experiência académica e profissional colaborou com Ana Luena, Lee Beagley, Pedro Fiúza, João Sousa Cardoso, Diogo Costa Reis, Allex Miranda, Poliksena Hardalova, Palmilha Dentada, Iztok Kovac, Rui Sousa, Teatro a Quatro – Teatro para Bébes, entre outros. Colabora com a Cinemágica, onde realiza dobragens desde Novembro 2016 e é intérprete residente na companhia Historioscopio desde Fevereiro 2017.

tota

música

Nasceu em Coimbra em 1996. Em 2007 iniciou os estudos em música, no Conservatório da Jobra, onde aprendeu saxofone. Desde então, revelou interesse pela composição e teve aulas privadas com o compositor Filipe Vieira. Mais tarde, em 2012, continuou os estudos de saxofone no Conservatório de Música de Aveiro Calouste Gulbenkian com Henrique Portovedo e João Figueiredo, e ainda composição com Pedro Bento. Licenciado em Composição, na Universidade de Aveiro, com Sara Carvalho. Atualmente frequenta o Mestrado em Composição na ESMAE. Vários dos seus projetos para instrumentos acústicos e eletrónicos foram já apresentados pelo país e recebeu ainda alguns prémios. Participou de diversas palestras e workshops com nomes importantes da música e sonoplastia entre os quais Dai Fujikura, Nikola Medic, Evgueni Zouldilkine, Ricardo Ribeiro, Isabel Soveral, Filipe Lopes, Gilberto Bernardes, Ângela da Ponte e Pedro Berardinelli.

filipe moreira

interpretação

Filipe Moreira, natural do Porto, é actor, bailarino, performer e cantautor. Filipe é licenciado em Coreografia pela Falmouth University (Reino Unido) e formado em Teatro pela ACE Escola de Artes. Estudou também figurinos e canto lírico. Em 2012 foi bolseiro da Fundação Calouste Gulbenkian para uma pesquisa em teatro de rua, em São Paulo, e em 2017 para o programa Caravane do Centre Nacional de la Danse de Paris, pela Fundação Purosus. Trabalha como criador e intérprete de forma independente e em colaboração com vários artistas e instituições nacionais e estrangeiras, tendo já atuado em diversos eventos e festivais de diferentes países.Procurando reunir várias áreas de expressão artística no seu trabalho – todas se fundem para determinado propósito, a criação de objetos artísticos de natureza híbrida onde o corpo, a voz e a manipulação constroem um universo único e multifacetado..

Ana sousa

documentação

Nasceu em Guimarães, em 1995. É licenciada em Artes Plásticas, ramo Multimédia na Faculdade de Belas Artes da Universidade do Porto e atualmente frequenta o primeiro ano do Mestrado de Design Gráfico e Projetos Editoriais na mesma faculdade.

É artista plastica, tendo participado em varias exposições individuais e coletivas na área da performance e fotografia nas quais destaca a segunda edição da exposição coletiva “As Fotografias e o Resto” no museu FBAUP e as performances “Ana: Afugou-se/ Ana: Afugou-se”, “Acordei dentro de um corpo morto” e “Porque não Borboletas” em conjunto com Ana Guimbra.

É responsável pela documentação fotográfica e video dos espetáculos da companhia desde Fevereiro de 2018.

Colaboraram conosco

Catarina Carreira
Catarina Joele
Cláudia Gomes
Ema Santa-Bárbara
Joana Teixeira
Leonor Rodrigues
Simão Moreira
Sofia Silva
Show More
This site was designed with the
.com
website builder. Create your website today.
Start Now